Hilton Luzz
em (des)construção desde 1989
Capa Textos Perfil Livro de Visitas Contato
Textos
O Amor Sempre
               Lindo são os amores verdadeiros. Paixões que duram uma vida – mesmo sem o fogo ardente do começo e sem o prazer constante das descobertas, que transformam momentos simples em verdades latentes dentro da gente. Feliz é aquele que enxerga o valor do amor que tem. Frisson. Precisa sentir borboletas no estômago ao estar com a pessoa amada, nem que seja por um breve momento. Senti-la como se fizesse parte de um único corpo. Quente.
               Amar hoje em dia está cada vez mais difícil. Ágape define tudo. Em extinção. Quando um dos apaixonados resolve tropeçar no primeiro ou segundo obstáculo o desejo e o prazer começam a deixar de existir. Amor? Não. Amor transcende qualquer empecilho ridículo – ou absurdo, que possa surgir no meio do caminho. No meio do caminho tinha uma pedra, tinha uma pedra no meio do caminho. Existe caminho sem pedra Drummond? Pena muitos não entenderem apenas isso.
               Fato: Passarmos do estágio nuvens de algodão e colocar os pés na realidade é uma coisa um tanto dolorida, sem aqueles beijos ardentes e calorosos, e daí as brigas contínuas, os desafetos e as traições, ou melhor, as oportunidades! Lealdade? Está em falta hoje em dia. Analisando as relações, pude notar que já não existem mais casais de avôs na atualidade. Separados! A realidade é que descobriram que ninguém é obrigado a permanecer a vida toda ao lado de outro alguém, desde que apenas queira – sinceridade. Ou o simples amor está se perdendo porque o delírio por corpos gostosos e desejosos está à solta por aí? É, tudo bem, quem pode se cuidar, que se cuide, porque a concorrência aumenta a cada dia e perder um affair é cada vez mais coisa de louco!
               Uns dizem que se divertem com os errados enquanto o certo não aparece. Fala sério! Tem muito mais gente disponível para uns beijos na balada que pessoas realmente dispostas a conversar sobre aliança no dedo e fidelidade. Se está difícil manter fidelidade até em plano de TV por assinatura, quem dirá em namoro! Aonde é que vamos parar? Sei lá!
               Lindos são os amores, os casais, os apaixonados, aqueles que conhecem um ao outro e que decidem por ter uma vida dedicada a ser feliz e à felicidade mútua de uma relação. Enquanto isso, os anos vão se passando e quem perdeu, perdeu! Que vontade louca de amar, de abraçar e de sentir por um longo – ou breve – momento que tudo o que se pode ter é o tudo de verdade. Amor.
Hilton Luzz
Enviado por Hilton Luzz em 20/04/2012
Alterado em 16/11/2020
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários